Franquias 2020: chegou a sua hora de ter um negócio próprio!

 

Se empreender é o seu sonho e você está disposto a enfrentar o desafio de ter o próprio negócio, invista em uma franquia em 2020!

Bastam duas coisas para começar um negócio de sucesso.

Uma delas é, claro, o capital para investir.

A outra, e talvez a mais importante, é a força de vontade!

Quando a gente quer algo e se esforça para alcançar este objetivo, as chances de ter resultados positivos aumentam, e muito!

Investir em uma franquia em 2020 significa a possibilidade de ter um negócio lucrativo de sucesso.

E por que isso?

O franchising se trata de um modelo pronto, já testado e com uma marca reconhecida no mercado.

Além disso, você conta com o treinamento e apoio de pessoas que entendem do seu negócio e já tem em mãos toda a receita para que tudo dê certo.

Assim, o resultado depende da sua dedicação ao seu negócio.

 

Qual a franquia dos seus sonhos?

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor possui mais de 2.800 redes.

Dessa forma, você consegue encontrar uma que seja compatível com o capital que você tem para investir, com o modo que quer trabalhar, com o segmento que tem mais afinidade, enfim, um negócio que combine com o seu perfil.

Nos últimos anos, o setor de franquias vem crescendo de forma contínua, como mostram os dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Em 2018, o faturamento foi de R$ 174,843 bilhões, o que representa um crescimento de 7,1% em relação ao ano anterior.

Em 2019, o franchising também apresentou bons resultados e o crescimento deve ficar em torno dos 7%.

Qual o seu perfil?

O primeiro passo para ter um negócio de sucesso é conhecer bem a si mesmo.

Por isso, se você pensa nas franquias 2020, dedique um bom tempo para analisar seus gostos, desejos e o que você busca neste novo empreendimento.

KaKa Souza, diretor geral da GoAkira, destaca que o momento de começar um novo negócio é recheado de expectativas.

Alguns exemplos são investir bem o dinheiro, aumentar a renda, ter independência financeira, ter menos riscos para a sua empresa, além de ter lucro e realização profissional e pessoal”, destaca o especialista.

Na hora de fazer um investimento, no entanto, é importante manter os pés no chão para evitar arrependimentos futuros.

Se você trabalha em regime CLT, precisa avaliar se quer deixar a estabilidade para tocar o seu negócio.

Já se o seu motivo de empreender é ser seu próprio chefe, precisa entender que muitas vezes temos os clientes, que podem ser mais exigentes que o seu antigo patrão.

Se quer ter mais autonomia nos horários, ou trabalhar de casa, deve saber que muitas vezes, principalmente no começo do negócio, é preciso sacrificar horas a mais, inclusive finais de semana e feriados.

Fabiana Pincelli Santos, analista de negócios do SEBRAE, destaca que ao tomar a decisão de ter o próprio negócio, é importante se preparar, buscando conhecimento e adotando a postura de empreendedor.

O fator determinante para empreender, na maioria das vezes, é poder transformar a realidade vivida, realizando o sonho de ser um empresário de sucesso.

Mas para isso acontecer será necessário consolidar a vontade com um bom planejamento, antes de iniciar o desejado negócio”.

Muitos pensam que empreender é simplesmente abrir um negócio.Mais do que ter um CNPJ, o empreendedor é aquele que cria ideias e se encarrega de tornar real tudo o que foi imaginado”, destaca a especialista.

Conhece o bê-á-bá do franchising?

Uma casa bem estruturada sempre tem um alicerce bem feito.

No mundo dos negócios não é muito diferente: se você quer ter sua franquia em 2020, é muito importante começar o quanto antes a construir a sua base.

Entender o que é franchising, a legislação relacionada, os principais termos envolvidos e como é o dia a dia de um empreendedor são algumas coisas básicas e importantes de saber antes de começar um novo negócio.

Para isso, você pode conversar com empreendedores como você, franqueados, participar de congressos e feiras, além de utilizar a internet como melhor aliada.

Segundo Marcelo Cherto, presidente da consultoria Cherto, todo momento é o certo para quem quer começar um negócio, desde que estude o mercado direito, faça as leituras necessárias e não seja descuidado na hora de buscar uma franquia.

O empreendedor deve participar de muitos eventos, que são ambientes propícios para compartilhamento de experiências e ideias.

Além disso, é importante olhar para o que está acontecendo em sua volta e para exemplos de outros países” destaca.

Já Paulo Ancona, sócio-diretor da Ancona Consultoria, destaca que o empreendedor deve ter em mente que, na hora de procurar uma franquia para investir, não basta apenas olhar qual negócio tem os números mais atrativos, como faturamento, lucratividade, valor do investimento, rentabilidade.

Por isso, é importante entrar em contato com franqueados e ex-franqueados para analisar a opinião deles sobre a franquia que você quer investir em 2020.

Além disso, Ancona pontua outras informações que o franqueado deve analisar:

Contexto do negócio;

  • Qual mercado atua e qual a tendência do segmento;
  • Quem são os concorrentes e como o negócio se posiciona frente a concorrência;
  • Qual o público-alvo;
  • Qual a tendência macroeconômica;
  • Qual a demanda pelo tipo de negócio em sua região;
  • Como é a comunicação da marca;
  • Qual a maturidade da marca;
  • Como é a documentação jurídica da franquia;
  • Se as informações apresentadas são relevantes e fidedignas;
  • Se o contrato de franquia estabelece regras justas para a relação;
  • Qual é o apoio e o suporte oferecido pela franqueadora.

Tecnologia

Além da demanda do mercado, outro fator que você deve ter em mente quando for investir em franquias em 2020 é a tecnologia.

Isso porque a transformação digital exige que as redes utilizem as ferramentas da era digital como principais aliadas.

Diversas pesquisas indicam que as empresas que não aplicarem soluções digitais em seus negócios correm o risco de sumir nos próximos anos.

Por isso, ao buscar franquias para investir em 2020 o empreendedor deve prestar atenção se a rede investe em inovação.

A tecnologia é justamente o que está interferindo na tendência para o franchising, tornando-o muito mais flexível, ágil e moderno, no sentido de menos burocracia e mais praticidade, ponto chave agora, para 2020”, destaca o diretor da Goakira.

Seguindo as tendências

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia projeta que, em 2020, o Produto Interno Bruto (PIB) deve ter um crescimento de 2,32%.

Após um período conturbado, o Brasil parece finalmente estar voltando para os eixos.

Mas, apesar da expectativa ser positiva, é preciso ter bastante cautela antes de investir.

Como ainda vivemos um cenário de crise econômica, a principal dica é ter cautela, apostar em negócios mais estruturados e maduros, em serviços essenciais que apresentem mais resiliência em momentos de baixa de consumo”, destaca Paulo Ancona.

E quais são os segmentos que vão se destacar nas franquias 2020?

Segmentos tradicionais

Segmentos tradicionais que já se destacam no franchising, como as franquias de alimentação e as franquias de educação, devem continuar bombando em 2020 e nos próximos anos.

De acordo com a ABF, o segmento de serviços educacionais possui 279 marcas que contam com 15.979 operações em diversas partes do País.

“Nunca se falou tanto em educação e no franchising não é diferente. Atentas a tudo o que envolve a sociedade em geral, as franquias educacionais criam diversas oportunidades de negócios para quem deseja empreender”, afirma Sylvia Barros, coordenadora do Comitê de Educação da ABF.

“Educação é uma questão de propósito.

Sabemos que estamos contribuindo para a evolução das pessoas e formando cidadãos para o mundo”, completa.

Maduro e consolidado, o segmento de Alimentação é, individualmente, o mais representativo do franchising brasileiro.

Dados da ABF de 2018 indicam que as franquias de food service faturaram R$ 45,827 bilhões.

“As redes de franquias do segmento de Alimentação estão buscando um novo posicionamento, se reinventado para atender e até surpreender esse novo consumidor e proporcionar a ele novas experiências”, explica André Friedheim, presidente da ABF.

Na tabela abaixo, você confere os resultados dos segmentos no 3º trimestre de 2019:

Indo além do tradicional

O desenvolvimento da tecnologia trouxe uma série de facilidades e benefícios para a vida das pessoas.

Segundo uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Brasil possui hoje 230 milhões de smartphones ativos.

Além disso, há um total de 180 milhões de computadores, notebooks e tablets.

Essa conectividade mudou a forma como a sociedade se comporta e, consequentemente, trouxe demandas para outros serviços que vão além dos tradicionais.

Diante deste cenário, empresas de tecnologia devem apostar no franchising para se desenvolver, como aponta Marcelo Cherto.

“Outra coisa que a gente deve começar a ver são startups de tecnologia começando a se expandir via franquias.Obviamente não são todas, muitas são puramente digitais, mas muitas têm aspectos do negócio que precisam de presença física, e, dessa forma, elas passarão a montar franquias para crescer”, comenta Cheto.

Paulo Ancona destaca alguns segmentos para quem quer uma franquia em 2020.

Um deles são as franquias de Comunicação, Informática e Eletrônicos, pois a venda de games, smartphones e acessórios, além do reparo desses eletrônicos estão em alta.

“Há ainda serviços digitais de comunicação, marketing e gestão de meios de pagamento. A prestação de serviços especializados de TI para empresas, especialmente no nicho de Big Data e gestão de dados, é ainda carente de profissionais capacitados e, por isso, deve crescer muito no Brasil e no mundo”, explica o especialista.

Com o aumento no uso de serviços por aplicativos, como delivery e transporte particular, surgem também oportunidades para quem quer investir em uma franquia de Serviços Automotivos em 2020.

“A tendência de aumento da frota dos aplicativos de transporte e de delivery deve se manter em 2020 e gerar demanda tanto para serviços de limpeza e manutenção de motos e automóveis, quanto para as próprias locadoras de veículos, que encontraram esse filão para crescer”, destaca.

Outra aposta são as franquias de serviços, de uma forma geral, já que a nova geração de consumidores prefere usar ao ter, incentivando o crescente mercado de aluguéis.

Mas não são só os mais jovens que irão ditar as tendências no franchising.

De acordo com o diretor geral da Goakira, os serviços e produtos voltados para o público da terceira idade tendem a crescer.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a população com 65 anos ou mais cresceu 26% entre 2012 e 2016.

Além disso, até 2042 o número de pessoas acima dos 60 anos deve dobrar no País.

Microfranquias

Não poderíamos deixar de falar das franquias de baixo ou franquias baratas.

São opções que tem investimento até 90 mil reais, mas tem até franquia por 5 mil reais.

Veja abaixo quantas redes adotam esse modelo:

Esse estudo foi feito no começo do ano de 2019, então é bem possível que esse número já tenha ultrapassado a marca de 600 microfranquias.

Elas são divididas em dois tipos:

Mistas: redes que possuem formatos de operação com investimento inicial até R$90 mil e formatos com investimento inicial acima de R$90 mil

Puras: redes que possuem apenas operações com investimento inicial até R$90 mil

Veja que de 2017 para 2018 o número de franquias baratas dobrou.

Isso porque muitas redes com investimento acima de R$ 90 mil, fizeram adaptações em seus modelos de negócios, cortaram custos de instalação e taxa de franquias para também poder oferecer modelos com investimento inicial até R$ 90 mil.

Projeções do franchising em 2019

A ABF faz várias pesquisas com seus associados para poder fazer projeções para o setor e também medir o desempenho durante o ano.

Para 2019 ela projetou o seguinte:

A pesquisa feita no 2º trimestre de 2019 apontou que são abertas 3 novas franquias por hora no Brasil.

O franchising brasileiro, um dos maiores do mundo, deve fechar 2019 com mais de 160 mil unidades.

No estudo do 2º trimestre, esse número já estava em 159.656.

Outro número que rompeu barreiras foi o de faturamento, que já passou dos 180 bilhões de reais no acumulado do 3º trimestre, conforme imagem abaixo:

Os números são promissores, e se em 2019 as pessoas estavam mais confiantes, 2020 tem tudo para ser melhor e termos uma economia mais estável, com muitas oportunidades de negócios.