Franquias 2022: as tendências e os melhores negócios

Para você que quer ter um negócio próprio este ano, a dúvida é: quais são as melhores franquias 2022 e por quê?

Conversamos com especialistas do setor para trazer algumas dicas.

 

 

Franquias 2022
De acordo com Luís Stockler, CCO da 6Place, entre os negócios que vão crescer em 2022 estão as franquias do segmento de Entretenimento e Lazer.

“Já está retomando, mas vai retomar com muita força toda parte de entretenimento: restaurantes, cinemas, viagens, tudo relacionado a entretenimento.

As franquias que fazem com que as pessoas fiquem juntas terão força em 2022”, afirma.

“Outra coisa que acho que voltará forte são os serviços para empresas. Manutenção, locação de carros voltarão com bastante força.”

Stockler acredita também que as franquias relacionadas a cuidados pessoais também devem continuar em alta, como as do segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar.

Se tivesse que fazer uma aposta, faria nesses segmentos”, diz.

Com relação à gestão, o especialista afirma que em todos os segmentos e redes de franquias continuará ganhando força a busca de eficiência. Segundo ele, há uma disrupção de cadeia, B2B, B2C, fornecedor com franqueador, e tudo ficará ainda mais integrado.

Trata-se de uma “disrupção tecnológica para permitir ganho de escala” e “essa busca de eficiência virá com força”, afirma. Na visão do executivo, “as franquias do segmento de educação que tenham produto de educação digital deverão ter muita procura, alta demanda, tudo que está em volta da disrupção digital”, ressalta.

Para Stockler, essas são tendências de negócios para o próximo ano “porque os grandes franqueadores já viram isso, eles têm força e capital para fazer e já estão fazendo isso”.

 

Tendências de negócios pelos novos hábitos de viver, de trabalhar e de se alimentar José Schwartz, sócio-diretor da Schwartz Consultoria, ex-diretor da ABF Rio e residindo atualmente em Portugal, observa que a pandemia trouxe novos hábitos de viver, de trabalhar e de se alimentar.

“Passamos a viver muito mais em casa por confinamentos obrigatórios, ou não, ter um teletrabalho, a distância, baseado em casa, o chamado ‘home based’.

Não se podia ir a restaurantes pessoalmente, mas o restaurante ia à sua casa.

Esse novo comportamento social não vai ser uma coisa apenas passageira.

Ele veio para ficar porque tem grandes facilidades, principalmente para as pessoas da classe média que moram nas grandes ou médias cidades brasileiras”,

ressalta.

Com esse pano de fundo, segundo Schwartz, os segmentos de negócios – e aí o franchising está envolvido – vão estar muito baseados no que chamamos de fidigital, ou seja, no físico mas evoluindo para uma forma de ter as suas atividades também em plataformas de negócios digitais, no e-commerce e no delivery.

 

Quais são os setores ou segmentos com maior tendência de crescimento em 2022?
Para o especialista, alimentação foi o segmento que mais se beneficiou com a crise pandêmica e ele deverá continuar dinâmico porque foi o que mais se adaptou a esse binômio fidigital.

Outro são as franquias ligadas à logística, aos serviços de entrega de forma geral.

E na visão de Schwartz, o varejo tradicional, como o segmento de Moda, também se reinventou, e o de Casa e Construção, deve continuar crescendo em 2022.

 

Quais são as tendências em negócios de franquias para 2022 e por quê?
O consultor do Sebrae-SP Ruy Barros diz que sempre que lhe perguntam qual a melhor franquia para se investir, ele responde “como os advogados: Depende.

E sim, há vários fatores a ser considerados”, observa.

Para o especialista, ao falar de tendências de negócios de franquia, “com a pandemia, novos perfis de consumidores apareceram, prevalecendo alguns segmentos muito bons para se investir, como por exemplo o de alimentação saudável e rápida, o segmento de saúde, cuidados pessoais, os serviços digitais que dão oportunidades para trabalhos em casa”.

Ainda de acordo com Barros, não se pode deixar de lado o segmento de varejo, principalmente o voltado a moda e vestuário (calçados).

“Ainda como tendências orientaria a ver as “micro franquias” que são franquias com investimentos de até R$ 105 mil, há oportunidades de negócios com investimento inicial de R$ 5 mil.

Aliar a tendência ao baixo custo inicial pode ser um fator na tomada de decisão.

Porém, é preciso salientar que franquia não é solução para tudo, por isso se quiser ser dono de seu próprio negócio é preciso planejar, quanto mais você souber sobre o que gosta e necessita melhor.

Analise as tendências acima e veja uma franquia que se adapta à sua ideia e seja feliz”, conclui Barros.

 

As tendências de negócios para empreender em 2022

Na visão de Eduardo Santinoni, sócio-diretor da Y Consultoria, “existe a tendência de fortalecimento do varejo e do franchising que vêm machucados desses dois anos difíceis”, afirma.

O executivo vê, ainda, a tendência de aumento na cooperação do franqueador junto com suas redes e isso também como resultado do aprendizado desses últimos dois anos.

Para Santinoni, as microfraquias ganharão nova musculatura.

“Sem dúvida, por ser ano eleitoral, com a instabilidade econômica, será um ano de muito aprendizado que as franquias terão que passar”, diz.

Segundo o especialista, deve acontecer uma recuperação do segmento de Hotelaria e Turismo, que vem bastante machucado e terá recuperação forte e em termos percentuais será bastante relevante.

“Até porque as pessoas estarão muito desejosas de viajar. Portanto, é um segmento vem reagindo e deve reagir mais”, completa.