Franquias e o processo de escolha

Todos sabemos o quão difícil e burocrático é manter um negócio de longo prazo no Brasil.

É preciso reconhecer uma oportunidade e entender se o setor ainda possui mercado a ser explorado, ao mesmo tempo em que é necessário promover mudanças para se manter atual, de forma a responder às necessidades do mercado.

Se atualizar, fazer bom uso da tecnologia e ajustes na identidade visual para padronização das lojas também são fundamentais para o sucesso do negócio.

Parece algo complexo, custoso e que depende de uma equipe muito especializada para fazer dar certo (e na maioria das vezes essa premissa é verdadeira), e, por essa razão, muitos brasileiros optam pelas franquias, seja o iniciante que quer empreender mas não sabe por onde começar, seja aquele empresário que quer expandir o negócio.

Por esse motivo, franquias são consideradas opções mais seguras para empreendedores menos experientes.

Quem planeja abrir um negócio nesse modelo, conta com a expertise do franqueador, um plano de negócios estruturado e um planejamento mais assertivo.

Além disso, são muitas as opções de marcas consolidadas e nos mais diferentes ramos de atividades.

Não só para os iniciantes, mas para aqueles que pensam em expandir seu negócio – muitas marcas, após validarem seu modelo de negócios, cresceram rapidamente ao abrir um sistema de franquias, o que potencializou o valuation, o faturamento, além de criar uma reputação nacional como referência no segmento.

Mas antes de assumir uma franquia, é preciso fazer uma análise do negócio.

Não basta escolher a mais lucrativa. É preciso avaliar a compatibilidade da atividade com o seu perfil empreendedor.

Algumas franquias podem estar acima da sua capacidade de atendimento, outras podem exigir habilidades ou tempo de dedicação que simplesmente não são compatíveis com a realidade do empreendedor.

É preciso ter capital suficiente para iniciar o negócio e também para manter uma operação até que ela se torne rentável.

O risco de gastar mais do que havia sido planejado é uma possibilidade em qualquer empreendimento.

Por isso, é importante ter cuidado para administrar o negócio sem prejudicar a saúde financeira da franquia.

Independe da escolha, na hora de empreender , o mais importante é investir em análises e planejamento para expandir.

Ao fazer uma pesquisa do mercado atual, será possível ter os dados necessários para a tomada de decisão e transformar renda em capital, planejando e estruturando todo o processo de vendas e distribuição.

 

*Jessyca Arieira é advogada especialista em mercado de capitais, sócia da Escritório Arieira e Pires Advogados e Diretora Jurídica Adjunta da Associação Brasileira de Fransching- Rio de Janeiro.